top of page

Estudo sobre o Espírito Santo 3° parte


Espírito Santo nos convencerá do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16:8)


O Espírito Santo é responsável pela conversão e mudança de vida de um Cristão.

É Ele quem convence o Cristão do Pecado, da Justiça e do Juízo.


Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. João 16:7-11


Uma pregação convincente, cheia de emoção e os muitos estudos jamais nos convenceriam dessas verdades.


Pecado: dificilmente alguém admitirá que é uma pessoa ruim ou se descreverá como depravada, impura, egoísta, cruel, má, injusta etc.

Porém, o Espírito revela a nossa maldade. Percebemos o quão necessitados da graça e do perdão de Deus somos.

E acima de tudo, o Espírito Santo nos tira da incredulidade. Ele nos convence da verdade de Cristo e do Evangelho.


Porque muitos não creram em Jesus Cristo e em seu sacrifício. (Jo 16.9)

Todos os outros pecados que tenhamos cometidos serão redimidos e apagados, mas a blasfêmia contra o Espírito Santo não:

Na verdade vos digo que todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, e toda a sorte de blasfêmias, com que blasfemarem; Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo Marcos 3:28,29


Justiça: quando convencidos do pecado, temos a plena convicção de que não há justiça própria.

Nada que eu faço, nenhuma boa ação, nada poderá me justificar do meu pecado perante Deus.


Porém, Deus fez justiça mediante Cristo Jesus. A justiça que vem pela fé em Cristo, que se ofereceu como sacrifício por todo aquele que nele crê. Todo homem pecou e carece da graça de Deus, e a única forma é por meio da justificação em Cristo. (Rm 3:21-26)

É dessa justiça que o Espírito Santo de Deus nos convence.



Juízo: toda maldade, todo pecado e o próprio Satanás já estão condenados. A sentença já foi dada.


Os pecados daqueles que crêem na justiça de Cristo, foram condenados na cruz. O nosso pecado já não pode mais nos escravizar, pois morremos para ele.

E toda maldade que existe neste mundo será condenada no retorno de Jesus.

Se toda a maldade que havia em mim já foi condenada, logo, nenhuma acusação contra os eleitos de Deus pode prevalecer. E o Consolador coloca essa esperança em nosso coração.


O meu pecado está condenado, Satanás está condenado, mas nós, estamos justificados, em Cristo.


Paulo na carta aos Romanos nos ensina que o Espírito é quem testifica que somos Filhos de Deus.

Mais maravilhoso que sermos perdoados dos nossos pecados, sermos considerados justos diante de Deus, estarmos livres da ira vindoura é saber que éramos inimigos de Deus (Rm 5.10) e agora somos adotados e chamados de Filhos.


Esta identidade ainda não é reconhecida por muitos cristãos, imagina a seguinte situação: Você recebeu uma grande herança, ainda não sabe e por isso não tomou posse, enquanto isso não for de seu conhecimento ficará sem desfrutá-la, é assim também acontece com a nossa identidade de filhos do Deus o Todo Poderoso, deixamos de desfrutar de todas as promessas que Ele deixou para nós, por desconhecermos, mas o Espírito Santo nos convence e assim podemos desfrutar de tudo que é nosso por direito.


Receber o Espírito Santo não demanda nenhum esforço, basta você pedir, mas ser cheio, todavia, demanda atitudes do cristão.


Uma pessoa cheia do Espírito de Deus precisa ser Santa.

A santidade é conquistada com uma vida de oração e intimidade com Deus, investir em tempo e leitura e estudo da Bíblia.


Busque agora mesmo o Espírito Santo em Sua vida, para que Ele faça em ti a sua morada.

Vou te indicar um livro que mudou a minha forma de relacionar-me com o Espírito Santo, que é uma pessoa sensível, mas ao mesmo tempo forte e poderosa.

Bom dia Espírito Santo. Vale a pena você ler!




Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page