top of page

Você sabe qual é a diferença entre subconsciente e consciente?

Atualizado: 15 de dez. de 2022



Os dois são diferentes e tem a capacidade de interferir diretamente em nossos pensamentos e em toda a nossa vida.

O conhecimento é muito importante, tudo o que nos acrescenta para sermos melhores é sempre bem-vindo.

Não sou especialista. Sou uma estudiosa e eterna curiosa, e acho a nossa mente, um desafio a desvendar, fico fascinada com tudo que eu descubro!

Então vamos lá ao nosso tema, o inconsciente é o “lugar” onde estão armazenadas no nosso cérebro as experiências boas e ruins, conhecimentos, sentimentos e tudo mais que absorvemos ao longo da nossa vida, estas informações não ficam disponíveis a todo momento, é reprimida pelo nosso cérebro e não é acessada diariamente por nossa mente consciente.

O motivo desse arquivamento acontece de maneira natural ou, também, pode ser oriundo de traumas como em casos de acidentes, mortes repentinas, abusos, experiências dolorosas etc.

De acordo com estudos de Freud, o inconsciente tem a capacidade de desencadear doenças, neuroses, distúrbios e outros problemas mentais. Precisamos curar a nossa mente de todo trauma que tivemos no passado!

Por sua vez, o subconsciente está localizado abaixo da consciência e pode ser facilmente acessado se nos esforçar para isso. Um exemplo é a memorização de nome de capitais, marcas de roupas, nomes de livros e pessoas.

Esta memória está presente no subconsciente e até podemos esquecer a informação momentaneamente. Porém, se pensarmos muito, poderemos resgatar a mensagem, tipo um conteúdo de matemática que já havia estudado há um tempão e tive que me lembrar para ensinar o dever de casa da neta...

É importante dizer que todas as lembranças que conseguimos acessar sem esforço ou atenção são consideradas memórias conscientes. Entretanto, quando precisamos raciocinar para lembrar de algo, estamos acessando o subconsciente.

O subconsciente capta todas as informações, pensamentos negativos e positivos e transforma em realidade. Isso só é possível graças à incapacidade de distinguir a realidade da imaginação. Portanto, se direcionarmos a imaginação para resultados negativos e prejudiciais, direcionaremos o subconsciente ao fracasso.

Já assistiu um filme que te assustou muito ou te deixou com nojo? E depois ficamos com estes sentimentos? É porque o nosso subconsciente não sabe diferenciar a imaginação da realidade.

Porém, ao direcionarmos pensamentos para coisas boas, como conquistas pessoais, daremos a ideia ao subconsciente de que já possui tal objeto de desejo e ele nos preparará para manifestar isso na realidade. Por isso, a repetição é a chave para o sucesso.

De acordo com pesquisas, nossa mente é bombardeada por sons, imagens e sensações que influenciam diretamente o que pensamos e como agimos.

Nossas atitudes são frutos de pensamentos subconscientes, pois não temos tempo de pensar racionalmente a todo momento. No livro o Poder do hábito de Charles Duhigg, ele explica que quando formamos um hábito, agimos automaticamente, nosso cérebro não precisa ficar trabalhando para realizar tarefas rotineiras como escovar os dentes, pentear os cabelos... Para conseguir tomar tantas decisões sem precisar racionalizar, o nosso subconsciente, cria padrões de comportamento. Primeiro toma uma decisão, depois racionaliza.

A palavra de Deus em Provérbios 23: 7 diz: “Assim como você pensa na sua alma, assim você é.” Por isso é importante direcionar os nossos pensamentos para coisas boas, positivas, prósperas.

Mais uma vez a palavra de Deus confirma isso em Filipenses 4.8 “Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.”

E aquelas pessoas que são pessimistas? Mas decidiram mudar de vida, e recomeçar uma nova história, tem jeito?

Claro, é necessário uma reprogramação mental, desarmar-se de preconceitos, abandonar as murmurações, deixar de lado os julgamentos de si e dos outros, alimentar a mente com músicas que expressam coisas boas, podcasts com temas positivos, ler e assistir filmes que tragam mensagens de sucesso, alegria, paz, harmonia...

O livro O poder do subconsciente do Dr Joseph Murph, descortinou em minha vida um leque de possibilidades para trabalhar a nossa mente.

Não tenha medo de mudar e, principalmente, acredite em você mesmo e reconheça que você é capaz de conquistar tudo o que sempre sonhou.

Nena Fonseca


bottom of page