top of page

Troca-troca de roupas

Marília gosta muito de roupas, calçados e acessórios, está sempre na moda, acompanha as últimas tendências.

Ela tem várias amigas que também gostam de vestirem-se conforme os lançamentos e sempre trocam as roupas e acessórios entre si.

Ela falou para Meire:

—Esta sua roupa está maravilhosa! Posso usar esta roupa semana que vem para um evento que irei? Vai ser muito chique!

— Claro amiga! Esta roupa que você está usando também é divina! Vamos combinar assim, eu te empresto a minha e você me empresta a sua?

— Combinado!

Quando chegou no dia de trocar as roupas, Marília recebeu a roupa de Meire e falou:

— Acredita amiga que derrubei molho e estraguei completamente a minha roupa?

— Não acredito, isto é um desastre! Sua roupa era esplêndida!

Um dia, Meire estava passeando no Shopping e viu uma moça com a roupa igual da Marília, aquela que gostaria de pedir emprestada, mas não tinha dado “certo”. Resolveu conversar com ela:

— Olá, a sua roupa é maravilhosa! A minha amiga tem uma igualzinha, gostaria muito de comprar uma para mim também, qual loja que posso encontrar?

— Oi, esta roupa é exclusiva, foi desenhada e feita sob medida para mim.

— Sério? A minha amiga tem uma igual!

— Eu emprestei para uma amiga, a Marília, será que não estamos falando da mesma pessoa?

E assim uma mentira foi revelada, depois outra e todas perceberam que Marília nunca emprestava as suas roupas, porque na verdade, ela não as tinha.

Descobriram que ela não trabalhava, não era rica, as contas eram pagas por outros e ela usava as pessoas para seus próprios benefícios.

E agora, o que será de Marília?


Nena Fonseca


Esta história é surreal. Será que acontece isso?

Mas eu sei de pessoas que sonham com viagens, mas nunca vai a lugar nenhum, sonha em ter um carro melhor, trocar os móveis, comprar uma casa… sabemos que com planejamento, controle e gerenciamento financeiro, estes sonhos são possíveis, mas aqueles que sonham, mas não querem trabalhar para alcançar?

A palavra do Senhor é viva e atual, em Provérbios 21:25 está escrito:

O desejo do preguiçoso o mata; porque as suas mãos recusam-se a trabalhar.

Opmerkingen

Beoordeeld met 0 uit 5 sterren.
Nog geen beoordelingen

Voeg een beoordeling toe
bottom of page